“Próxima estação: CENTRAL DO BRASIL desembarque ao lado de gente muito diferente”

Por Thiago Angola – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL

A Central do Brasil significava medo para mim. Ir de trem até esta estação era um desafio. Medo do que falavam de lá, medo das pessoas que por lá transitavam, medo dos trens que constantemente descarrilavam ao longo da linha férrea até chegar a ela, medo dos assaltos, dentre muitos outros medos que eu me permitia ter por causa da fala de outras pessoas. É verdade que muita coisa acontece, nós vemos nos jornais, porém é impagável a possibilidade de conviver com tanta diversidade!

Houve um dia que tive que quebrar esses paradigmas… precisava fugir dos longos engarrafamentos e das mais de 2 horas que levava para chegar ao trabalho, e não era que muito do que falavam não era verdade! Há mais de 1 ano e meio este é o meu principal meio de transporte. Como ele é rápido! Em 20 minutos chego da estação Madureira até a Central do Brasil para fazer integração com o Metrô. No final das contas pago mais barato e levo 1h e 10 minutos para chegar ao meu trabalho.

No trem você encontra de tudo: do engravatado ao de bermuda, a de sapato alto até a que usa havaianas top, o da pasta de couro ao do isopor cheio, do que não quer enxergar ao que enxerga muito bem, do ateu ao crente exagerado. É isto: uma composição de 6 vagões, que muitas das vezes espremidos, tem em seu interior gente tão diferente, feliz e infeliz, indo pra lá e pra cá.

Uma vez fiz a proposta para o meu amigo, que escreve este divertido blog, de experimentar ir embora de trem. Eu falei que seria uma experiência única, e não é que foi! Assim que chegamos à Central, presenciamos uma das cenas mais hilárias: para conseguir vaga sentado no trem, as pessoas correm, literalmente, entre os trilhos quando anunciam a partida em outra plataforma. A princípio é uma cena que assusta, você acha que o mundo está acabando, mas para ter um lugar no trem, vale de tudo. Eu mesmo já experimentei esta situação, mas não me dei muito bem, não tive forças para subir na plataforma (rsrsrsr). Há também os variados sons que tocam ao mesmo tempo: do papo sobre o vizinho, passando sobre a pregação do evangelho, até o funk do momento no celular e isto tudo ao mesmo tempo!

Quando falo que vou e volto de trem as pessoas, com os mesmos paradigmas que tinha anteriormente, se assustam e dizem: “você vai de trem?”, e eu animado, digo: “vou, e é melhor que o metrô”! Que lugar oferece tanta diversidade social? Que lugar te dá oportunidade de vivenciar a antropologia? Não que o metrô não o tenha, mas o trem é mais divertido, as pessoas interagem mais com você e com as outras! Deve ser pela simplicidade peculiar dos passageiros. Ouvir os ambulantes que vem e vão com suas mercadorias baratas. Que lugar proporciona você ouvir coisas do tipo: “Eu não sei quem foi que roubou, eu sou só o vendedor. Bandeja de Iogurte direto de Manguinhos, 3 por 5 real!”. Não estou aqui para discutir este tipo de comportamento, só quero ressaltar que a criatividade existente no trem é intrigante!

Narrar tudo que já vivi e presenciei no trem é impossível aqui, porém deixo a você leitor, o convite para vivenciar este momento único. Pode me convidar para ir junto, me sentirei lisonjeado de ser o anfitrião neste passeio. Garanto a você que serão momentos de muito conhecimento e auto-conhecimento, porque, por experiência própria, é impossível você não refletir, ao, de estação em estação, conviver com pessoas embarcando e desembarcando com suas variadas experiências e esquisitices, assim como as que eu e você temos.

Thiago Angola
Rio de Janeiro, 24 de abril de 2010

SE VOCÊ QUER ANDAR DE TREM COM THIAGO ANGOLA ESCREVA PARA: thiagoangola@gmail.com OU COMENTE ESTA POSTAGEM!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s