A arte quando sacra é sem autores

Segundo o Guia de Cidades Históricas de Minas Gerais publicado pela revista BRAVO! e que foi usado em minha viagem, o mais importante para se conhecer em Mariana é o Museu Arquidiocesano de Arte Sacra. Há que se tomar cuidado para não perdê-lo de vista, pois por mais que seja um belo casarão, pode passar despercebido entre tantos outros casarões, sobrados e igrejas. Despercebidos passaram seus autores pelo mundo, embora não as obras. Lá estão importantes peças feitas em ouro e sem assinatura qualquer. Dizem que negros e cristãos-novos não poderiam assumir autoria, pois não lhes era permitido trabalhar o ouro. O contraste com nossa época é grande, vide que os autores tem tido mais destaque que as obras e perduram além delas. Sem querer bater em quem já tanto apanha, para não redundar em uma surra clichê, mas já batendo: quem não conhece o Paulo Coelho? Entretanto, que obra sua perdurará? Aqueles eram tempos em que a arte valia por si só.

Antunes
Rio de Janeiro, 9 de novembro de 2010

Museu Arquidiocesano de Arte Sacra, ponto mais importante de Mariana segundo a BRAVO!

Uma resposta para “A arte quando sacra é sem autores

  1. Pena, perdi esse museu! Fica pra próxima. Valeu a dica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s