Como puxar assunto com um mineiro

De cara, fica o aviso: este texto não tem qualquer intuito de ser preconceituoso, porém, como se trata de uma pesquisa, sempre ocorrem algumas generalizações. Escrevi, pois viajo muito a Minas Gerais e, como o aeroporto de Confins fica nos confins do mundo, passo muito tempo no taxi com meus camaradas taxistas (imagine leitor, o tempo de uma viagem de Confins a Itabira). Como odeio aquele silêncio que faz o tempo de viagem se alongar ainda mais, fui, através da experiência, acumulando assuntos que sempre funcionam para um bate-papo sem outro propósito que não seja passar o tempo.

Sou lá do Rio¹ (fale, no caso, a sua cidade), mas adoro comida mineira…
É um ótimo começo de conversa, pois mineiro que é mineiro tem orgulho de sua comida. Aí você, pra ir gerando mais subassuntos, elogia o pãozinho de queijo, a vaca atolada, o feijão tropeiro etc. etc. etc. Muitas vezes, para esnobar, os mineiros gostam de dizer: Cê gosta, é? Já tô tão acostumado que já nem percebo se é tão bão mesmo… E há aqueles outros que embarcarão na onda de elogios. Mas um mineiro nunca, jamais, falará mal de sua comida.

1 – Curiosidade: mineiros não costumam saber distinguir a diferença de sotaque entre paulistas e cariocas.

Você é atleticano ou cruzeirense?
Esse é ótimo assunto pra emendar, pois em Minas Gerais só há dois times com torcida. Dificilmente se encontra algum americano perdido por lá (mas é possível). Ou seja, o cruzeirense adora conversar falando mal do atleticano e o atleticano do cruzeirense. Tem assunto pra horas, só é saber explorar, pois até aqueles que não gostam de futebol tem alguma opinião sobre uma ou outra torcida.

E a Vale, tem crescido muito aqui, né?
A Vale é uma empresa majoritariamente mineira e move bastante a economia do estado. Sendo assim, muitos moradores de Minas Gerais são árduos defensores da empresa (há os árduos críticos também, mas são minoria). Se você está conversando com taxistas ou pessoas de rede hoteleira, com certeza terão várias histórias sobre o tema para contar.

Belo Horizonte tá ficando pequena, tem que colocar mais hotel nessa cidade.
É assunto batido, todo mineiro gosta de falar que Belo Horizonte está precisando de novos hotéis e, alguns sensacionalistas, gostam de comparar o trânsito Mineiro ao de São Paulo (o que não tem nada a ver). É um ótimo assunto para você mostrar que está atualizado sobre a Cidade.

A Cidade Administrativa do Niemeyer ficou linda, né? Se já não bastasse aquelas arquiteturas dele na Pampulha…
Com todo respeito aos mineiros e a Belô, mas a cidade não tem praia, não tem ótimos shoppings, não tem pontos turísticos badalados. Sendo assim, as diversões dos mineiros são:  andar nas incontáveis praças, ler e tomar cachaça na Savassi. Ou seja, Mineiros não tendem a ficar com babações à natureza como os cariocas, preferem exaltar as construções da cidade. Elogie as obras do Niemeyer tais como a Cidade Administrativa e a igreja de São Francisco e conquiste um amigo mineiro.

E esse governo aí, tem gostado?
Generalizando, os mineiros são muito conservadores na política. Se orgulham de castas como a família Neves e gostam de votar no PSDB. Debater sobre política requer cuidado. É mais um assunto para ouvir do que para debater. Ou seja, tenha atenção, senão o papo não rola.

Anote estes tópicos, leitor, e faça o teste. Não precisa agradecer, mas saiba que o livrei de horas e horas de viagens monótonas. Faça bom uso destes assuntos. Volte para dizer se funcionaram e para acrescentar novas temáticas que deram certo com você.

Itabira, 8 de outubro de 2010

5 Respostas para “Como puxar assunto com um mineiro

  1. Boas dicas! Adoro conversar com motoristas de táxi. Quando voltar a Minas, vou testar seus temas. Já aconteceu de puxarmos papo com um taxista que nos levava de madrugada, pra rodoviária. O sujeito se empolgou a ponto de ziguezaguear pelas ruas pra mostrar as facadas que levou nos braços, numa briga de bar. Táxi é emoção. 🙂

  2. Bom, não sei se você vai ver esse comentário, mas vamos lá! Como boa mineira, adorei! rsrsrs Só fiquei encafifada com esse comentário de que mineiro não distingue sotaque carioca e paulista… Pode ser porque estou fora do estado há um certo tempo, mas eu não tenho problemas com isso. Enfim, Minas também é grande e isso pode ser uma característica de BH (eu sou do Sul de Minas). Falando em sotaques, gostaria de acrescentar uma coisa: jamais fale que você gosta do sotaque de mineiro. De um modo geral, as pessoas não acham, não percebem que têm sotaque, mas mineiro é especialmente sensível com isso. Se você fala que eles têm sotaque, eles ficam revoltados: nóis num tem sotaque, não! rs Experiência própria com família e amigos (mas, de novo, isso no Sul de Minas; de repente em BH é diferente).

    • Vinícius Antunes @cacofonias

      hahahaha, obrigado pelo comentário, Mônica. Os mineiros que conheci não souberam diferenciar, perguntaram se eu era de São Paulo. Anotei a dica aqui. Beijo.

  3. Eu sou mineiro e sei diferenciar muito bem sotaques cariocas e paulistas, nasci na divisa com sp e lá se fala o dialeto caipira, além do povo torcer para times de sp. BH é uma cidade enorme, uma das maiores do Brasil e tem shoppings ótimos, vários por sinal, que creio que o senhor não conheceu para opinar.

  4. Mineiro Não sabe distinguir sotaque carioca de Paulista.. tá doido só o chiado ja entrega a substituição do s por x

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s