Arquivo da tag: carne

A festa da carne, de muita carne…

E quem mais quer saber de Pierrot e Columbina? Até os Clóvis estão caindo pelas tabelas.  Se não fosse por meia dúzia de nostálgicos e malucos, as fantasias de carnaval já teriam acabado. A bem da verdade, a lógica do carnaval é cada vez menos roupa, sendo assim as fantasias já eram. Claro que sempre há aqueles eternos retornos, os blocos estão aí, novamente com toda a força, mas a Sapucaí está cada vez mais vendida. Os sambas viraram verdadeiros jingles de propaganda e as modelos roubaram o lugar das passistas. Aos que crêem que resistir é preciso vai aí a sugestão: DESFILE DO GRUPO E NA INTENDENTE MAGALHÃES!

Pra quem não conhece, a estrada Intendente Magalhães é o maior shopping de carros a céu aberto do Rio de Janeiro. No carnaval ela se transforma em passarela do samba para os grupos C, D e E. Ideal para quem quer um programa familiar que garanta risadas, barulho, fedor de mijo e visuais inesperados. Se você é turista e quer conhecer o carnaval do Rio por completo, reserve um dia para conhecer a festa suburbana, ali onde se abrigam os bambas da Portela e do Império.  Muito diferente da Marquês de Sapucaí, o público da Intendete interage ao extremo: entra na pista, segue a escola, tira foto, joga espuma na cara das passistas (eu juro!)…

Nesse ano, tive o prazer de levar minha esposa e minha irmã para subirem às arquibancadas e assistirem o grupo E. Torcemos loucamente pela sensacional Unidos do Uraiti, que pelas condições financeiras, físicas e fonéticas, minha irmã achou que se tratava da acadêmicos do Haiti. A escola mostrou que não se precisa de dinheiro, de harmonia, de bateria, de samba no pé pra alegrar o carnaval de alguém. Afinal, o que é o carnaval se não a festa da carne? E, convenhamos, carne se tem de sobra na barriga de quem assiste e de quem desfila no Grupo E.

Antunes

Rio de Janeiro, 12 de abril de 2010

Repare que a escola passa toda diante de nós em praticamente 3 minutos.

As arquibancadas da Intendente Magalhães

A escola passando...

Tem até carro alegórico, um só, mas tem, entre os outdoors, poluição visual total

Olha a harmonia da escola...

Um apaixonadíssimo casal nas arquibancadas...

O juri!

Marca do subúrbio: as cadeirinhas na calçada

Agendas Bonaerenses

Ok, está decidido, leitor, vamos a Buenos Aires. Pero, que fazer lá? Não pense em ir à praia, lá não tem. Tampouco trio elétrico, rodinha de samba, mulatas… Buenos é pra quem gosta de paisagens antigas, cafés, livros, carne e doce de leite. Uma boa opção é comprar aquele guia de viagens da Abril (foi por ele que fui guiado), mas se você é mão-de-vaca e não quer gastar seu rico dinheirinho… surpresa! Vai aqui a agenda para uma semana em Buenos Aires e a microagenda para viver três dias lá, conhecendo o que há de mais importante.

Agenda para uma semana:

1º dia

Feira de artesanato da Plaza Francia na Recoleta

Cemitério da Recoleta

Floralis Genérica

2º dia

Compras na calle Florida

Visita a Plaza de Mayo  (aproveite para conhecer a Casa Rosada e a Catedral que guarda os restos mortais de San Martín)

3º dia

Caminito e Bombonera

4º dia

Conheça os shoppins (o maior é o Abasto) e aproveite os preços dos Supermercados

5º dia

Zoológico

MALBA

Palermo Viejo

6º dia

Avenida Cordoba

San Telmo

7º dia

Caminhe pelas ruas

Puerto Madero

Microagenda: Três dias em Buenos Aires

1º diaSe for domingo, vá à feira da Plaza Francia (pode dar uma rápida espreitadela no cemitério da Recoleta), emende com uma visita a Floralis Genérica e termine jantando em Palermo Viejo.

2º diaVá ao Caminito, desemboque em La Bombonera e passe a noite no Distrito Balcarce em San Telmo.

3º diaFaça comprar na calle Florida, conheça a Praça de Maio e tenha uma noite de despedida em Puerto Madero.

Antunes

En avión rumbo al RJ, 10 de enero de 2010