Arquivo da tag: Protesto

Marchar!

Curioso é que a palavra Marchar em português está diretamente relacionada (pelo menos em meu imaginário) aos eventos militares. Quem marcha, é soldado. Esta verdade nos está incutida desde a infância quando ouvíamos repetidas vezes a canção “marcha soldado, cabeça de papel…” Em espanhol não é assim. A palavra MARCHAR, antes de estar relacionada a eventos militares está relacionada a dois sentidos: 1 – o ato de ir embora; 2 – o ato de se manifestar (marchar hasta el edificio del gobierno, marchar por la paz) . Na Bolívia, país extremamente politizado, as marchas são cotidianas. Pude presenciar manifestações em Santa Cruz de la Sierra, Sucre e La Paz. Diferente do Brasil, país em que o envolvimento político é visto como algo pra se sentir vergonha, na Bolívia, política é uma prática muito séria e está às mãos de quem quiser fazê-la. Basta marchar sobre as ruas e praças.

Antunes Rio de Janeiro, 29 de julho de 2010

Vi manifestação em Santa Cruz de la Sierra

Vi manifestação em Sucre (esta só de mulheres)

Vi manifestação em La Paz

Vídeo de Manifestação em Santa Cruz de la Sierra

Vídeo de manifestação em La Paz

EL ALTO – la ciudad insurgente

El Alto é uma cidade boliviana conurbada a La Paz, como se fosse uma irmã siamesa, mas de cérebro distinto. É a cidade de maior potencial revolucionário da Bolívia. Por lá vive imensa população de cholos e cholas, trabalhadores de La Paz.

O mais interessante é que El Alto, por mais periférica que seja, influencia diretamente toda a capital política boliviana. Antes da eleição de Evo Morales, quando ocorreram diversas insurreições contra o governo boliviano, os moradores de El Alto sitiaram La Paz e deixaram a cidade sem abastecimento, afinal, qualquer um que queira chegar à capital deve cruzar as carreteras de El Alto.

Como símbolo da Cidade Insurgente, nada de padroeiros, santos, monumentos governamentais, nacionalismos indígenas… Entre os casebres da Cidade, está um imenso Ernesto Guevara a olhar do alto, esperando o próximo levante para ganhar vida dentre aqueles cidadãos bolivianos.

Antunes
Rio de Janeiro, 8 de julho de 2010

Família de El Alto esperando para atravessar a carretera

As casas pobres da Cidade Insurgente

O Che Guevara de El Alto, Bolívia

Che Guevara de El Alto feito de materiais reaproveitados